Resenha: Eastern Lights - Compass Series, #2 - Brittainy Cherry

Título: Eastern Lights - Compass Series, #2
Autora: Brittainy Cherry
Livro Não Publicado no Brasil
Páginas: 422
Lançamento em inglês no Kindle Unlimited: Aqui

 


Certa vez conheci um homem numa noite fria de Halloween. Ele se vestiu de super-herói e eu me vesti de vermelho. Por uma noite, eu fui sua fuga da realidade, e ele foi o conserto temporário do meu coração partido. 

Dois anos depois, recebi a oportunidade da minha vida de me tornar a editora chefe de uma das maiores empresas de revistas do mundo. O único problema? Conseguir uma entrevista exclusiva com o solteiro mais cobiçado de Nova York: Connor Roe.

Para o resto do mundo, ele estava se tornando um dos homens mais ricos da cidade de Nova York. Para mim, ele era simplesmente o meu super-herói de mentirinha.

 Meu trabalho era conseguir uma entrevista exclusiva com o solteiro mais quente de Nova York. Nunca na minha vida imaginei que ele quisesse uma exclusiva com o meu coração, também.  

O único problema de ter meus sentimentos por ele crescendo? Eu estava pronta para casar com seu novo parceiro de negócios.



"Eu nunca acreditei que você pudesse encontrar a pessoa certa na hora errada até esta noite."

Olá leitores, tudo bem?

Hoje a resenha é de Eastern Lights, da autora Brittainy Cherry, e sem dúvidas um dos livros dela mais aguardados por mim, afinal aqui vamos rever Connor do livro Southern Storms.

Connor é um homem de 28 anos que já comanda seu próprio império. Connor ainda na adolescência passou por um baque vendo sua mãe se recuperar do câncer que mantém ele até hoje com medo de perder pessoas que ama, com isso ele se entrega ao trabalho deixando a vida amorosa de lado. 


 Alilyah é uma universitária que sonha em ser editora chefe, ela é órfã e diferente do Connor ela sempre sonhou em ter aquilo que nunca teve, uma família. E com isso ela acaba se entregando a relacionamentos sem reciprocidade pelo simples fato de querer o amor.

Alilya e Connor se conhecem em uma festa de Halloween. Alilyah é a Chapeuzinho Vermelho e Connor o Capitão América.

Alilya acabou de sair de um relacionamento e foi a festa se distrair, ela não tinha intenção a de conhecer ninguém, mas a atração entre Alilya e Connor foi mais forte, e fugir da realidade nessa noite é o melhor que eles podem fazer.

Dois anos depois eles se reencontram e não poderia ser uma surpresa maior quando Connor encontra Alilya com seu noivo e atual sócio.

"Na vida não tínhamos garantia do para sempre, nos foi prometido apenas o agora. Então, fiz questão de viver o momento, o agora, porque na verdade, não havia mais nada. Não havia ontem, não havia amanhã, apenas aquele momento."

Já deixo avisado aqui que não teve triângulo amoroso no livro, não minto que até torci por isso e tinha separado todos os panos para passar para eles se tivesse acontecido. A Brittainy consegue me fazer torcer até pelo o que mais detesto.

O relacionamento entre os dois é lindo, Connor e Alilya se completam, é linda forma que a relação deles evolui e não só a relação amorosa deles como a evolução deles pessoal. O relacionamento deles vai rolando aos poucos e ainda assim o livro não fica cansativo ou maçante, muito pelo contrário, o livro flui de uma forma que você nem sente a hora passar.

Connor é um personagem que apareceu no livro anterior Southern Storms e sem dúvidas conquistou os leitores com sua simpatia e carisma, quando a Brittainy anunciou o livro dele ao mesmo tempo que fiquei eufórica, fiquei com medo dela mudar a personalidade dele, o que não aconteceu. Mesmo agora ele estando mais velho e mais maduro, Connor continua sendo aquela pessoa que encanta todos com sua simpatia.

"Quem diria que mesmo corações partidos ainda podem bater por amor?"

Não é segredo para ninguém que sou fã dos livros da Brittainy e esse livro sem dúvidas se tornou mais um dos meus favoritos, a autora conseguiu mesclar o drama com a leveza dos personagens. Não minto que fiquei com medo quando descobri o segredo da Alilya, mas mais uma vez a Brittainy não me decepcionou.

Sem dúvidas Eastern Lights me conquistou e tem meu amor todinho. Acompanhar a jornada do Connor e da Alilya foi emocionante e ao mesmo tempo que tinha o meu coração partido ele era remendado. Um livro que vai mesclar entre o drama, humor, paixão e amor, e  quando terminar a leitura você terá os olhos brilhando e coração quentinho.






Nenhum comentário:

Postar um comentário