Resenha O Julgamento de Gabriel - Livro #2

Título: O Julgamento de Gabriel
Autor: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Páginas: 384


Sinopse:

Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida. Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia. Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável? Na apaixonante sequência de O inferno de Gabriel, Sylvain Reynard constrói uma bela história de amor, da qual os leitores jamais se esquecerão.





 O Julgamento de Gabriel é o segundo livro da trilogia O Inferno de Gabriel, publicado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro. Estou relendo esse trilogia linda que amo demais, e claro contando tudo nas resenhas para vocês como é me apaixonar por Gabriel Emerson mais uma vez. Se você ainda não o leu o primeiro livro aconselho que não leia essa resenha, pode conter alguns spoilers.

"Eu preferiria passar o resto da minha vida bebendo do seu amor a esvaziar todos os oceanos do mundo."

O primeiro livro acabou com os pombinhos fazendo planos e logo no começo nesse livro tudo são flores. Eles estão ma Itália se amando, se descobrindo, aí gente um amorzinho só! Acho que nunca li um livro mais romântico que esse . Cada frase de Gabriel é um suspiro e aquele pensamento de que meu boy podia ser ser assim. Gabriel matando aqui minha realidade.

Falando em Gabriel neste livro ele está muito mais apaixonado. Se você amou Gabriel no primeiro livro com certeza nesse segundo livro você vai querer pedir ele em casamento. O homem pra falar as coisas certas que toda mulher gostaria de ouvir. Mas uma vez repito, que pena que é só nos livros buáaaa.

"Eu vaguei pela escuridão em busca de algo melhor, de algo real. Encontrei você e prefiro ir para o inferno a perdê-la."

Julia não mudou muita coisa. Continua a chata de sempre. Gabriel pode cantar aquele pagode mais meloso do Sorriso Maroto de trás pra frete que ela não acredita no amor do cara. Chata, muito chata, já falei chata? A insegurança dela me mata, pensei que ela ia mudar um pouco nesse segundo livro, mas sinto informar tá mais chata do que nunca.



O começo do livro, como eu já disse, são tudo flores mas nem sempre vai ser assim. Como no próprio título diz nesse livro terá o Julgamento de Gabriel. Os dois serão denunciados na faculdade e é aí que a história começa. Será que vão conseguir ficar juntos? Será que depois de tanto tempo vão ter que se separar? Nesse livro com certeza o amor dos dois será testado.

"O amor é isto, pensou ele. Estar nu e exposto diante da pessoa amada, que chama seu nome sem pudor, com sofreguidão."

Como no primeiro livro esse também é contado em terceira pessoa. Não gosto muito de livros contados assim mas no caso desse livro não tive nenhuma dificuldade. Nesse livro os personagens secundários aparecem mais como Paul, o melhor amigo de Julia e Chistia a aluna piriguete de Gabriel. Adorei saber o que esses dois personagens pensam já que aparecem bastante na trama. O livro não ficou só focado no casal e gostei bastante dessa mudança do livro 1 para o 2.

As capas dessa trilogia acho linda e adoro elas também porque passa bem a história de  Gabriel e Julia. Não encontrei nenhum erro, mas acho que nem se eu quisesse achar teria rsrs. Li tão rápido que acho que se teve passou despercebido. Tem vários capítulos curtos nesse livro o que só e fez ler mais rápido. É notável a melhora da escrita do autor nesse livro. O autor conseguiu fazer uma história sexy sem ser vulgar, achei isso fantástico!

"Amar é fazer uma gentileza para alguém, sem esperar nada em troca, pensou ela"

O Julgamento de Gabriel é a continuação de uma linda história de amor que vai fazer você se apaixonar ainda mais por Gabriel. Sexy sem se vulgar. Clichê mas sem ser chato. A história me fez viajar para Itália e sonhar em um dia conhecer alguém assim como professor Gabriel. Gabriel é o meu professor favorito com certeza.









9 comentários:

  1. Já li essa trilogia há algum tempo e amei.
    Gabriel é um amor nesse livro e está determinado a mostrar isso em cada oportunidade que tem. Já Julia, foi uma personagem que não me cativou. Essa insegurança dela além de ser infundada a torna chata.
    Outra coisa que também me agradou bastante e muito bem lembrado por você... É o foco não ficar só no casal. Acho muito importante a presença de outros personagens pra tornar a trama mais interessante.
    Lendo sua resenha me deu saudades dessa trilogia tão apaixonante. Acho que vou reler tbm, rsrsrs.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Li o primeiro livro e am? que HOMEM... Fiquei muito envolvida nesse enredo, infelizmente essa trilogia, não sei pq é tão amada e odiada ao mesmo tempo pelo os leitores. Estou iniciando o segundo livro, e mal posso esperar para voltar encontrar esse lindo professor.

    sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Já vi muita gente falando mal dessa trilogia, então não tive coragem de ler, ainda...

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente não pude ler a resenha, já que não queria pegar spoiler do primeiro livro. Me lembro que você disse que a protagonista era chata, só espero que ela tenha melhorado um pouco kk. Ainda não tive oportunidade de ler essa trilogia, mas espero fazer isso em breve, já que amei a resenha que você fez do primeiro livro e fiquei muito curiosa e animada para conhecer o Gabriel. Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Essa trilogia parece dividir muito as opiniões, pois já ouvi muita gente falando horrores dela e ainda sim, muita gente falando muito bem. Esse tipo de romance não me atrai, já havia visto isso pela sinopse do primeiro livro e suas respectivas resenhas, então eu passo ele.
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Uaaaau.. Só eu que fiquei sem fôlego ? Não conhecia a trilogia, mas já vi que amei. Adoro trilogias, acho que a gente conhece muito mais os personagens e a leitura se torna muito prazerosa, por ser passo a passo. Achei a história bem diferente, isso de aluna e professor.. Ainda não tinha visto isso. Como disse, já gostei e leria, com certeza.
    Abracos !

    ResponderExcluir
  7. Olá, Ana.
    Eu prefiro terceira pessoa, a não ser quando temos a visão de todos os protagonistas hehe. Eu até tinha me interessado por ele lá na sua resenha do primeiro livro, mas agora vendo você falar assim da protagonista, acho que desencantei. Vamos esperar a resenha do último para saber se mudo de ideia hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oi flor.
    Eu amei a resenha, e mesmo sem ter lido o primeiro livro ja amei.
    Só não gostei de saber que a personagem é chata e insegura, mas vou relevar, não sou muito fã de livros narrados em terceira pessoa.
    Mas esse me parece ser muito boa.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Ainda não li O Inferno de Gabriel,mas assim que saiu a serie vi as pessoas falarem muito sobre ela, mas acabei deixando para ler depois, ela está na minha lista de leitura eu tambem não gosto de livros na terceira pessoa pois não estava lendo livros na terceira pessoa acabei me desacostumando, mas ainda quero muito ler essa trilogia !!

    ResponderExcluir