Resenha: Insensível - Original, #2 - Andy Collins

Título: Insensível - Original, #2
Autora: Andy Collins
Editora Planeta Literário
Páginas: 200


Arrogante. Playboy. Insensível.
O guitarrista da famosa banda Originals ostenta com orgulho qualquer um desses adjetivos.
Dono de um corpo invejável e uma voz capaz de aquecer o Alasca, ele tem apenas uma coisa em mente: A única mulher que conseguiu dar aquilo que procurava.
Mas, se aproximar dela não será tão fácil como de costume...
Callie Prescot tinha organizado sua vida, e ficar longe de tudo o que lhe fez mal era o seu objetivo, o que incluía o único cara que rompeu suas barreiras.
Porém, quando ela se vê diante daqueles olhos azuis, não é só seu coração que dispara.
Ter um relacionamento nunca esteve nos planos de Micah Donovan. Ele não queria se entregar ao amor, até hoje...










Oie, gente! Hoje vou falar de Insensível, segundo livro da série Original, da autora Andy Collins, publicado pela Editora PL. O  ARC do livro foi cedido para resenha pela autora e o livro se encontra em pré-venda no site da editora. Gostei demais da leitura, venha conferir a resenha.
"... E se existe algo que não tem volta, são as consequências dessas escolhas."
Confesso que não estava muito ansiosa para leitura desse livro, minha ansiedade foi sempre o terceiro livro, o que com o final dessa leitura levou minha ansiedade ao extremo. Um dos motivos que estava com o pé atrás com essa leitura era por envolver o BDSM, não é que eu não goste, mas já li tantos livros com esse tema que às vezes acaba me desanimando ler só mais um, entende? Nesse livro vamos conhecer o playboy do Micah e a decidida Callie.

Micah em nenhum dos livros foi meu personagem favorito. Eu sempre tive queda por todos os outros da banda, mas o jeito arrogante dele nunca me cativou, e nesse livro não foi diferente. Demorei a gostar dele e muitas vezes quis entrar no livro e bater nele até ele criar maturidade pra enfrentar os problemas de frente, ao invés de fugir deles. Micah sempre teve tudo que quis, sempre foi um Playboy e nesse livro ele continua sendo, mas a vida dele vai mudar e tudo aquilo que um dia ele imaginou se transformará.

Callie é uma mulher independente, que nunca se viu presa em ninguém, mesmo que ela e o Micah tenham um caso durante anos. Eles nunca assumiram que gostavam um do outro, e foi por isso que o relacionamento deles sobreviveu por anos, sem cobranças e sem restrições. Mentira! Na cama tinha restrições sim kkkkk. Micah é o único homem que consegue dominar Cal, mesmo que isso só aconteça na cama.

"Se você não a quer, então é melhor deixá-la viver a vida dela. Callie merece ser feliz Micah, e se você não é o cara que vai fazer isso, não ferre com as coisas e pare de bancar o babaca..."
Uma coisa que amo nessa série, é que os livros não são focados somente nos personagens principais, os secundários tem tanta participação que você acaba lendo o livro esperando eles aparecerem. No livro 1 conhecemos Hannah e Gael e nesse livro eles continuam aparecendo, além da gente contar com bom humor de Josh e com a parte sensata de Braden e claro que agora tem o Dean também, meu mais novo amor. E foi com a ajuda desses amigos que eles muitas vezes colocaram um pouco de juízo na cabeça de ambos.
"Ninguém entende a razão de ele não querer se envolver, nenhum dos seus amigos compreende por que ele declara não saber amar. Mas Micah ama, e tão intensamente, que isso assusta"
Não vou mentir que uma das coisas mais difíceis nessa resenha é fazer ela sem querer contar todos os detalhes e por quais motivos que xinguei o Micah diversas vezes. Foi complicado ler esse livro e não ter ninguém pra desabafar depois. Em muitos momentos eu quis largar o livro e xingar a autora, porque achava impossível Micah amadurecer a tempo, mas esse momento chegou kkkk.

Callie mesmo com todos os problemas ainda conseguia ser uma mulher forte e madura, mesmo que ela me irritasse por não conseguir resistir sexualmente ao Micah. Eu entendia o quanto ela estava sofrendo, mas queria que ela conseguisse resistir a difícil missão chamada Micah.
"Sempre fui seu Dom no quarto, mas você é quem domina a minha vida..."
O livro foi todo escrito em primeira pessoa alternado entre Cal e Micah,e durante o inicio de cada capitulo vemos o trecho de alguma música. Durante a leitura não encontrei erros ortográficos, e quanto capa não preciso nem falar que amei, né?! Porque se tem uma coisas que a Dri K.K faz é arrasar nas capas.

Eu sinceramente não imaginava ficar presa durante toda a leitura como fiquei nesse livro,  Andy me surpreendeu positivamente, não só com o amadurecimento da escrita, já que você vê diferença de um livro pro outro, mas com todos os segredos e enredo da história.



Andy Collins me surpreendeu tanto que no final fiquei de boca aberta e coração acelerado. Eu, diferente de muitas pessoas (porque sei que muita gente não vai gostar) amei o final, sem ele não veria necessidade de um terceiro livro, e já estou preparada pra xingar ela se ela não fizer um terceiro livro bombástico. Não está sendo fácil fazer essa resenha, já que eu não imaginava tudo que aconteceu. O único motivo que não dou cinco estrelas pra esse livro é porque por mais que sejam personagens diferentes, teremos um terceiro livro e sinceramente preciso de um desfecho maravilhoso pra todos os personagens.
"Era muito fácil cair de amores pelo Micah, e era disso que eu fugia, porque também sabia que ele era o tipo de homem que seria capaz de fazer uma mulher se apaixonar na mesma velocidade que esmagaria seu coração."
Um livro de amizade e amor, que mostra que até os mais insensíveis se emocionam, amam, choram e são capazes de enfrentar tudo e todos por amor. Um livro capaz de fazer você suspirar de amor e raiva. Recomendo essa leitura pra todas malucas por romances.










18 comentários:

  1. Oi Raquel :)
    Eu já tinha visto a série circulando, mas não tinha adicionado pra ler. Muitas vezes tive raiva de playboys que nem o Micah, não só nos livros, mas na vida. Arrogância não tem limites para pessoas assim. A Callie realmente parece ser mais madura. Gostei da premissa da série, além de capas bem convidativas rsrs

    ResponderExcluir
  2. Um dos meus temas favoritos ����

    ResponderExcluir
  3. Raquel!
    Deve ser um livro bem apimentado, já que tem BDSM.
    O que me intrigou e deixou com dúvida em relação a ler ou não, é o comportamento de Micah, não suporto arrogância e a tristeza em ver que Callie não resiste a tentação sexual em relação a ele...
    De qualquer forma, como é uma série e temos de ler esse para chegar ao próximo, vejamos o que virá.
    OBRIGADA POR SUA AMIZADE!
    FELIZ DIA DO AMIGO!
    “Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.” (Augusto Cury)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ahhhhh alerta para a louca por roqueiros. Eu já ouvi falar desses livros da Andy Collins e estou louca para ler Insano. Porém esse não me interessou muito não...pelo fato de ter bdsm já perdeu uns pontinhos comigo kkkkk...mas por ser um livro emocionante quem sabe eu não dê uma chance.
    P.s: gostei da última citação do livro que vc postou.

    ResponderExcluir
  5. Você sabe fazer a gente babar por um livro hein? Que resenha !
    Eu sou daquelas que se apaixona pela sinopse, além de amar caras sexy e de banda de rock ( quem não?)
    Não imaginava que se trataria de um BDSM, a sinopse não mostra nenhuma dica ne? Huum, fiquei ainda mais curiosa. Como você disse esse assunto está sendo muito retratado nos livros, mas o último que li, Amos e Masmorras foi sensacional!
    Eu também adoro quando os livros trazem os outros personagens, assim ficamos por dentro de tudo, além de amar quando traz a narrativa dos dois. Já me encantei e quero conhecer a série :)
    Beijoos

    ResponderExcluir
  6. Olha, não me chamou muita atenção essa história não...
    Já li tanta coisa com BDSM também que até enjoa ver mais. Não acaba dando aquela vontade de conhecer, sabe?
    Achei interessante não ter um foco só nos personagens principais porque ao menos assim fica uma coisa mais completa, um pouco mais legal de ler por deixar a gente ir conhecendo outros.
    Mas senti que iria me irritar com umas coisas ali. Esse Micah e as atitudes dele talvez não funcionassem muito bem comigo. Tem livro nesse estilo que acabo brigando mais com o povo do que curtindo ler, aí já viu xD
    Mas no geral tá bem... ok pra mim, acho. É desses livros que se estiver procurando algo do gênero pode até chamar atenção, mas fora isso não deu vontade de ler =/

    ResponderExcluir
  7. Preciso ler esse livro! Adoro romances eróticos!
    Acho que vou gostar muito! Achei a sinopse bem legal e você falou que a história vai fazer a gente suspirar de amo e de raiva! Já quero.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Não curto romances eróticos, mas adoro quando tem música envolvida na história. A premissa desses livros é muito boa, vou anotar a dica (:
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Os olhos são meu ponto fraco ai eu caio.......<3.QERO MUITO LER.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Raquel!!
    Gostei muito da resenha ,mesmo que eu já esteja saturada de romances que tenha BDSM fiquei bem curiosa para ler essa estória sobre esses dois personagens!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá Raquel!
    O enredo já em ganhou assim como a capa tbm, adoro esse gênero tenho ctz q vou adorar ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Nossaaa... Estava louca aguardando a sequência da série, e com essa resenha maravilhosa só posso ir correndo para os livros da Andy outra vez. Adorei a resenha. Bjos 😘

    ResponderExcluir
  13. E difícil após ler esta resenha e não se sentir atraída a leitura, até porque amo este tipo de estória, que envolve amizade, outros personagens secundários, e acabamos nos envolvendo em uma relação além do romance. Outro ponto e este casal me pareceu ter muita química, e todo seus envolvimentos me pareceu surgir de maneira tão espontânea que acaba tornando a leitura surpreendente, fluida e envolvente. Super quero ler este livro.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. oie
    nao gosto muit deste tipo de romance sabe , mais para quem gostar vai amar conhecer para ler
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Que livro interessante, tem uma trama bem envolvente. Não conhecia a autora e nem suas obras mas agora fiquei curiosa para conhecer. Um personagem masculino imaturo e difícil a gente gosta e fica com raiva, mas ainda bem que ele ficou maduro né..Espero ler essa serie futuramente!

    ResponderExcluir
  16. Oi, não consigo imaginar esse tema abordado em tão poucas páginas, mas você gostou né? Talvez seja por isso que o final não foi satisfatório, porque é pequeno talvez?
    Não sei, mas quero ler.

    ResponderExcluir