Resenha: A Fênix de Fabergé - Sue Hecker & Cassandra Gia

Título: A Fênix de Fabergé
Autoras: Sue Hecker & Cassandra Gia
Páginas: 443
Compre: Aqui



Um homem sofrido, por anos amargurado pelas lembranças que marcaram seu corpo e alma. Superou a tragédia e se tornou capaz de enfrentar situações difíceis. A inocência e os sonhos do menino, incinerados cruelmente, renasceram das cinzas, em forma de desejos e anseios do homem cheio de energia e poder.
Vive intensamente todas as oportunidades para ser feliz. Seu grande objetivo: vingar-se do responsável que esmagou o sonho de sua família e fazer justiça. Nada nem ninguém o demoverá de seus planos!
Uma mulher oprimida e abusada, inconsciente de suas desconhecidas e múltiplas facetas. Sempre solitária, não tem relacionamentos duradouros, apenas lembranças dos que conheceu na infância, que guarda como uma gestante a seu filho que, nos momentos de perigo, o esconde e o protege no ventre.
Simples e bela, sonha preencher os espaços vazios de sua alma com histórias, amizades e amor, para ter a riqueza de uma vida estável e segura. Capaz de ser obediente e passiva diante de um pai abusivo, é cheia de personalidade e desejos. Não desistirá de seus sonhos por nada nem ninguém!
Aleksei e Kenya, artistas itinerantes que despertam encantamento e alegria por onde passam. Dois seres que, ao cruzarem o caminho um do outro, viverão, como os Ovos de Fabergé, um enigma que esconde surpresas inimagináveis, um amor cheio de perfeição e beleza sedutora ou o prenúncio de um esplendor condenado à destruição.
Uma história de magia, encantamento, deslumbre e humor contagiante, inspirada na centenária arte circense de todos os tempos e na admirável e fantástica cultura russa. Senhoras e Senhores, o Gran Circo Asjevilétui (Oживлять - Renascer) apresenta-lhes... A Fênix de Fabergé.





Oie gente! Hoje vou falar de um nacional que sou até suspeita para falar. Amo a Sue, mas agora ela não está sozinha e junto com Cassandra Gia fez o livro A Fênix de Fabergé. Um livro que envolve o mundo do circo e claro uma história de amor de tirar o fôlego. Vamos lá ver o que achei dessa história.

"Que ironia, não é mesmo? No passado o pai dela foi responsável por eu ter me queimado e, hoje, eu por fazê-la queimar!"

A Fênix de Fabergé é um livro da autoras Sue Hecker e Casandra Gia, publicado em e-book na amazon. Eu particularmente adoro  livro escrito por duas autoras. Se uma já é boa imagina duas cabeças pensantes rsrs. Já conhecia a Sue e já tinha lido Tutor da mesma autora, não conhecia Casandra, mas confesso que adorei a escrita das duas juntas.

O livro começa 10 anos atrás com uma tragédia. O circo onde Aleksei trabalha está pegando fogo e depois disso a vida dele vai mudar drasticamente. Os anos se passam e ele supera tudo, mas ainda tem sede de vingança. Aleksei vai querer contratar a filha do dono circo onde ele trabalhava para poder chegar a Adric que era o dono do circo. Kenya é contorcionista e vive no cabresto de seu pai. Para se vingar ele vai usar Kenya para começar sua vingança, só não imaginava se apaixonar no processo.

O livro começa e você logo pensa: nossa que história boa! Nos primeiros capítulos já fiquei curiosa como seria esse relacionamento e como Kenya ia conseguir sair das garras do pai. Com o passar da leitura fiquei imersa no mundo do circo e me senti lá dentro do picadeiro. Dá pra ver que as autoras pesquisaram bastante antes de entregar a obra para o leitor. A história conta a história do circo e tudo o que você questiona com certeza estará lá, o que pode ter passado só um pouquinho da conta. Tinha horas que queria que a leitura andasse e vinha alguém explicar algo, mas em contra partida também tinha hora que eu me perguntava o porque de tal coisa e lá vinha a explicação. Achei legal isso, mas também achei que poderia ter cortado algumas coisas.


Dos personagens começarei falando de Aleksei, porque foi o que mais amei na história. No começo pensei que ele seria só mais um empresário durão, chato, aqueles que somos acostumada a ler, mas que nada. Uma vez que Aleksei se entrega ao amor que sente por Kenya ele vira o cara mais romântico que já vi na vida. Também não posso falar de Aleksei e não falar do palhaço Bim Bom. Nunca pensei que iria um dia me apaixonar por um palhaço, mas essas autoras conseguiram essa proeza com certeza.

"Ele me olha e faz com que cada poro do meu corpo se sinta vivo."

Kenya sempre viveu no cabresto do seu pai, não podendo sair ou estudar, só treinar e treinar. Ela sente amor pelo pai, mesmo ele sendo do jeito que é , Adric faz uma lavagem cerebral nela falando que só quer seu bem e que é o único que a ama. Ela tem medo dele e o respeita muito, não ver que sofre abusos e por isso vai passando a mão na cabeça dele. Confesso que lendo tive que me lembrar várias vezes que ela sofre o abuso do pai, e quem sofre esse tipo de abuso tem que ver por si próprio que não pode viver assim. Queria entrar no livro e dar várias chacolhadas nela, Adric é um monstro e vai ser o maior vilão da história.




Os personagens secundários são de suma importância na história e aparecem a todo momento. Meu destaque vai para Yuri e Lara. Yuri é o braço direito de Aleksei, que faz tudo no circo e também um dos artistas. Lara é a vidente que vai aparecer no livro a toda hora com alguma visão enigmática para Kenya e Aleksei. Os dois tem algo rolando e as autoras deixaram isso no ar. Com certeza vem mais livro por aí, os que nos resta agora é aguardar e ver no que vai dar.

"Meu corpo clama pelo seu, minha língua precisa provar seus lábios e minhãs mãos contornarem essa obra de arte que é seu corpo."


A capa  do livro eu achei tudo ver com a história e o casal. O livro é contando em primeira pessoa por Kenya e Aleksei e um capítulo tem um personagem que vai vim dar sua versão da história. Senti falta em cada capítulo a sinalização de quem estava narrando. Sou meia lerda e gosto de ter no começo de cada capítulo o nome de cada personagem narrado se for trocando, senão fico meia perdia no começo do capítulo rsrs. Nos agradecimentos tive uma surpresa quando vi meu nome ali. Muito obrigada Sue, por sua amizade e por aturar minhas resenhas sem noção rsrs. Adoro ser sua amiga.

Além do livro ser recheado do mundo do circo também ficamos sabendo de algumas curiosidades russas. Aleksei é russo e também um belo professor da sua cultura. Ele vai te explicar tudinho nesse livro e com certeza você vai se encantar com cada detalhe.

Se eu estou falando de Sue Hecker é claro que esse livro é erótico. Quem já leu algum livro da Sue sabe como a autora tem uma pegada erótica (ela coloca é fogo no parquinho mesmo). Não achei que esse livro foi carregado de cenas eróticas desnecessárias, mas as que teve foi coisa que não li em livro nenhum (imagina aí que uma contorcionista pode fazer), Kamma Sutra pra que minha gente? Confesso que eu fiquei com queixo caído aqui com algumas partes eróticas e muitas vezes caí na gargalhada lendo. Sue querida, sua imaginação não tem limites, fiquei meia hora olhando pra imagem e me perguntando: COMO ISSO É POSSÍVEL!?. Leiam e confiram, se conheço uma Kenya deixo longe do meu marido kkkk.

"Podemos fazer qualquer coisa nesta vida, Kenya, desde que estejamos seguros conosco... se você quer algo. lute para a ter e a agarre com força." 

A Fênix de Fabergé é uma nacional que me surpreendeu bastante. Com a estante lotada de Ceos, lutadores e bad boy as autoras inovaram trazendo o mundo do circo para nós leitoras. Foi notável o capricho das duas com esse livro e quem ganha é claro é nós leitores. Respeitável público eu apresento a vocês A Fênix de Fabergé, um livro que vai te fazer suspirar e torcer para um casal de palhaço e uma contorcionista. Indico a leitura para você quer sair do mesmo dos romances, mas sem deixar de mais uma vez se apaixonar pela história e pelos personagens.







17 comentários:

  1. Ana sempre disse a você que independente da nossa amizade na rede social, o que mais era importante para mim era a sinceridade e dicas sobre meus trabalhos. Obrigada de coração por confiar nele e me presentear com uma resenha tão especial. Obrigada de coração. Em nome da Cassandra a agradeço, também.

    ResponderExcluir
  2. Oie. Eu amo a escrita da sue. Já li o Tutor e amei. Agora esse que ela escreve em conjunto, parece diferente, vou ver se acho no amazon.

    ResponderExcluir
  3. Ana!
    Nunca li nada das autoras, mas se é ambientado no mundo do circo, já fiquei com os olhinhos brilhando, porque painho era homem de circo e tudo que se relaciona a esse mundo mágico, muito me interessa.
    E ainda tem o romance, embora não goste muito quando haja sentimento de vingança nos livros, quero ler esse e ver como tudo acontece.
    “Bendito seja eu por tudo o que não sei, gozo tudo isso como quem sabe que há o sol” (Fernando Pessoa)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. O livro tem uma premissa super interessante principalmente por se dentro de um circo, onde o pai abusa da filha, a proibindo de estudar, e fazer coisas que meninas da sua idade fazia, imagino que ter um romance a partir desta estrutura vai ser algo bem intenso. Nunca me interessei pela leitura dos livros desta autora exatamente por serem bem eróticos, e confesso que estórias deste gênero não costumam me cativar, porém quem sabe futuramente dou uma chance a esta obra.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Também não leio livros de romances nacionais (não por preconceito, bem entendido, mas por falta de hábito mesmo) nem, tampouco, eróticos (não é o gênero que mais me atrai), entretanto, por insistência de uma amiga li esse e, confesso, gostei tanto que até fiz uma resenha. A parte cultural e mágica do circo supera a questão do erótico que, na verdade, não é o foco do livro, mas um complemento do romance. Diferente de seu sentimento quanto às explicações, quando as lia, queria muito mais, porque adoro expandir meus conhecimentos. Mas sei que isso é uma questão de interesses. Eu gostei demais saber de novas informações de uma cultura tão pouco explorada como a russa, bem como do universo do circo. Recomendo esse livro.

    ResponderExcluir
  6. Livro bem escrito e super envolvente! Diferente do que normalmente vemos, o livro foi ambientado num circo, com personagens que são muito realistas e próximos da nossa realidade. Mesmo assim, as autoras conseguiram encantar com a trama. Adorei!

    ResponderExcluir
  7. Oi Ana!
    Eu estou aqui babando nessa capa, eu tenho um livro da autora (O lado bom de ser traída) ainda não li pois acho que tem algum anterior á ele, espero conseguir ler e conhecer mais obras da Sue....
    Bjs e parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  8. Esse não é o tipo de livro que costumo ler, além de achar a sinopse um pouco confusa, mas fiquei curiosa pra saber do que realmente o livro trata e decidi continuar em ler a resenha.
    Muito legal isso de as autoras conhecerem o que estão escrevendo, não sei muita coisa desse mundo do circo, então imagino que seria uma leitura agradável, mesmo achando que descrições demais acabam enjoando o livro.
    Eu adoro essa leitura narrada por dois personagens, acho que fica bem completo! Incrivelmente me vi amando a historia sem conhecer e já salvei aqui. Esse blog é sem palavras, minhas leituras são quase todas daqui! Beijoos

    ResponderExcluir
  9. Achei interessante a história girar em torno de um circo. É legal poder entender um pouco como é o funcionamento, ver a magia por trás sabe? Fica interessante ter esse detalhe sobre os personagens. E que fale de cultura e curiosidades russas também achei legal. Não sou de ler muita coisa erótica e história assim mais hot, mas tem alguns livros que chamam atenção e dá aquela curiosidade pra conhecer.
    A personagem sofrer abuso do pai também me deixou curiosa pra ver como trataram isso, como retrataram ela. Pode ter ficado muito legal. Parece que dá umas vontades de dar umas sacudidas nela, então só isso já deve valer a pena xD
    Adoro quando livros mexem assim com a gente.
    Parece uma boa história.

    ResponderExcluir
  10. Oi Ana!
    Já alguns livros sobre circo e alguns me prenderam e outros não. Nunca li nada das escritoras, mas gostei da premissa do livro. Fiqeui com dó Kenya por ter um pai tão rigoroso e bruto desse jeito. Aleksei russo... já fiquei imaginando mil coisas aqui kk.
    As cenas de sexo nunca vistas antes... eu preciso ler esse livro! Que bom que a autora saiu da mesmice.
    Adorei a indicação!
    Abc

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Ainda não conhecia o livro, mas gostei muito da premissa.
    Gostei da ideia da ambientação em um circo, mesmo sendo romance, que é um gênero que eu não gosto muito.
    Gostei muito dos temas que o livro aborda, mas o que me incomoda um pouco são as cenas de sexo, que não gosto.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. A sinopse nem bem interessante.
    Nunca li nada de nenhuma das autoras.
    Gosto de livros eróticos, então acho que lerei em breve.

    ResponderExcluir
  13. Resenha maravilhosa, ainda não conheço os livros da Sue, mais logo logo vou me redimir rsrsrsrs, parabéns <3

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ana!!
    Amei a resenha e já fiquei louca para ler esse livro da Sue!! Comprei agora O tutor e esse livro vai ser um dos meus próximas leituras!!
    Beijoss

    ResponderExcluir