Resenha: In Flight - Nas Alturas #1

Título: In Flight - Nas Alturas #1
Autora: R.K. Lilley
Editora: Charme
Páginas: 336


Quando Bianca, uma reservada comissária de bordo, vê pela primeira vez James Cavendish, um bilionário proprietário de hotéis, ela perde toda a compostura conquistada a duras penas ao longo da vida. Para uma garota que consegue manejar facilmente uma bandeja com taças de champanhe a trinta e cinco mil pés de altura sobre saltos de oito centímetros, ela se vê surpreendentemente de pernas bambas diante do homem enigmático.
Bianca, sempre imperturbável, agora não consegue mais se desviar daqueles olhos azul-turquesa eletrizantes que apresentam um desafio e uma promessa irresistíveis. Ainda mais para ela, uma mulher acostumada a dizer “não” e a falar sério.
Bianca costuma lidar com supermodelos e estrelas de cinema em seu trabalho, mas James Cavendish coloca todos eles no chinelo quando o assunto é beleza. Se a aparência fosse o único aspecto destoante nesse homem, Bianca até poderia ter ignorado as atenções recebidas. Porém, o que a tenta como nunca antes é a força dominante que a atrai desde o momento em que eles se encontram e a promessa de prazer e dor que ela lê em seus olhos.





A resenha de hoje é para você leitor que ama romances eróticos com uma pegada de BDSM. Se você ama ler a palavra MINHA dita por um mocinho e é adepta de que um tapinha não dói, vem comigo nessa resenha. ALERTA para um livro com um mocinho possessivo, cenas quentes e um amigo gay que toda mocinha tinha que ter. Um prato cheio para todas nós Malucas por Romances.

"Era como se eu não fosse mais eu mesma quando estava na órbita dele. Ele simplesmente assumia o controle."

In Flight é o primeiro livro da série Nas Alturas, da autora R.K. Lilley, lançamento da Editora Charme. Li esse livro à muitos anos atrás e só lembrava de amar a leitura e de ter um cara super controlador na história. Com o passar dos anos os gostos mudam, os livros que eu gostava agora não gosto tanto assim, fiquei com receio de acontecer o mesmo com esse livro. Mas como eu estava enganada! Já nas primeiras páginas a história foi me voltando na cabeça e já fiquei doida relendo esse livro como se fosse a primeira vez.  Um mocinho mandão, rico, CEO, e que ainda por cima fala MINHA! É a receita para que eu me apaixone pelo livro e que vire uma piriguete literária na hora kkkk.



O livro já começa nas alturas. Bianca é aeromoça e conhece James quando está trabalhando na primeira classe. Logo os dois sentem uma atração um pelo outro e James não resiste a Bianca, e é aí que começa aquele jogo de sedução do mocinho tentar dobrar a mocinha. No começo ela fica meio receosa, mas ela não consegue esconder que quer ele também. James não quer compromisso e Bianca também está nessa de sem compromisso por causa de um drama do seu passado, que você vai ficar sabendo com o desenrolar da história. Você tá cansada de saber que essa história de sem compromisso é papo furado e claro vai torcer pra esse casal ir além disso.

Bianca é uma mocinha que lutou e  ainda luta muito para ser quem ela é hoje. Ela tem um passado com dramas e que não é nada bonito. Ela não quer compromisso, mas se ver desejando essa cara que é um mistério para ela. Gostei de Bianca, mesmo ela às vezes sendo tão insegura. O cara dá várias demonstrações que gosta dela, mas ainda sim ela fica com aquela pulga na orelha. Mulheres são assim, né? Quando a esmola é demais o santo desconfia e Bianca está super desconfiada rsrs.

"Eu sabia que James me levaria para lugares sombrios, mas eu encontraria prazer neles, e era o que eu queria." 

James ou Sr Cavendish para os íntimos, é aquele típico CEO dos romances. Mandão, podre de rico, lindo, perfeito, lindo, já falei lindo? Pois é, o cara é gato, gosta de uma palmadinhas e das paradas de submissão. Amei esse personagem, mesmo ele sendo isso tudo o que eu falei e mais um pouco. Ele tem inseguranças e dramas que me deixaram com o coração na mão. Esse livro é além de um romance erótico, é um livro que você vai ficar ligada em cada página querendo saber mais desses dois personagens.





Não poderia deixar de citar na resenha Stephan, melhor amigo gay de Bianca. Eles se conhecem desde adolescentes e já passaram maus bocados juntos, Trabalham juntos, moram um do lado outro, enfim fazem tudo juntos, mais que um amigo, ele é a família dela. Gostei da autora por ela não esquecer desse personagem ao decorrer do livro, como na maioria dos romances. Ele participa efetivamente no livro, só quando Bianca e James estão no bem e bom que não né ( uffa). Stepahn é divertido e um amigo super protetor. Amei esse personagem e espero um final feliz pra ele também rsrs.

"Não existe um centímetro do meu corpo que ele não queria foder. Era um pensamento inebriante."

Como eu já disse esse livro tem uma pegada BDSM, então é claro que as coisas esquentam pra valer nesse livro. Bianca apesar de ser virgem antes de conhecer James, ela pula de cabeça nesse relacionamento e vira aquela mulher que manja de tudo e tem medo de nada haha. Bianca vira uma tigresa quando conhece James, e James minha gente é aquele mocinho que você nunca mais vai esquecer. Se preparem para cenas pra lá de quentes e bem detalhadas. Você com certeza pode querer ler o livro no ar condicionado, livro erótico na máxima potência aqui rsrs.



Eu lendo In Flight.

O livro todo é contado pelo ponto de vista de Bianca. No final tem um epílogo só para te deixar com o coração na mão e querendo desesperadamente o segundo. Essa capa está linda e diagramação perfeita da Editora Charme.  Só acho que nós leitores temos que montar uma campanha na internet para Editora Charme publicar o segundo livro logo. Não aguento mais ficar sem saber o que vai acontecer com essa casal! EDITORA CHARME SOCORRO!!!

Terminei essa leitura já querendo o próximo. A autora sabe nos deixar presa ao livro durante a história e no final é normal você sentir que está faltando algo na sua vida, que é a continuação desse livro que deve ser bafo! Terminei o livro às 2 da manhã e fiquei parada olhando pro nada me perguntando o que fazer da minha vida agora. Acho que vou reler só pra curar essa ressaca literária kkkk.

"Ele tinha conseguido sintonizar meu corpo com o seu toque, como um instrumento. Era intoxicante e alarmante."

Indico esse livro para quem gosta do tema BDSM, de um casal com um passado cheio de dramas e para quem gosta de um bom romance erótico. Para quem é Malucas por Romances é uma leitura obrigatória! Esse livro você ama ou odeia. Eu amei o Sr Cavendish e seu jeito mandão. Agora a pergunta que não quer calar: Um tapinha dói ou não dói?










11 comentários:

  1. Que capa topppp, kkk bem sei não acho que um tapinha não dói kkk amei essa resenha uma mocinha d+ um mocinho possessivo e um amigo gay e todas nós devemos ter que tudoo..

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito de livros assim, espero que seja bom, porque os últimos livros que peguei para ler, não tão rolando.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana, a Charme arrasou com a capa desse livro realmente e tô curiosa pra saber mais dessa trilogia, contudo não tô com pressa e vou esperar os outros livros serem lançados e ir acompanhando as resenhas, eu concordo com você que a medida que o tempo passa nosso gosto literário vai mudando e esse estilo de livro já foi tão abordado por diversas autoras que meio que fiquei saturada e tô dando um tempo do gênero :/

    ResponderExcluir
  4. Se tem um amigo gay já sei que o livro vai ser babado! Adoro esse estilo de livro, já salvei aqui hahaha
    Só consigo pensar em ler agora, porque sua resenha me deixou muito curiosa. Parece super clichê, mas já te contei que adoro esses livros ? Kkkkk pois é, não tenho problema com isso e me jogo mesmo. Já ta aqui na pasta dicas de livros 😉

    ResponderExcluir
  5. Não curto muito o gênero, mas gostei da premissa. A capa é bem interessante.
    Beijos,
    Juliana.
    Fabulônica
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ana.
    Tudo o que você falou lá no começo da resenha eu não gosto hehe. Acho esses enredos muito parecidos. Não entendo isso da garota ser virgem em um capitulo e no seguinte não parar mais de querer fazer sexo hehe. Acho que não leria ele.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  7. ana!
    Gosto de romances estica e puxa, que a mocinha se faz de difícil e depois acaba se entregando totalmente aos caprichos do macho alfa lindão.
    “Natal não são as luzes lá fora, mas a Luz que brilha em seu coração... Feliz Aniversário, Senhor!” (Daniela Raffo)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  8. Ah vou ler com certeza, adoro livros na vibe meio cinqüenta tons e só a resenha já me deixou apaixonada pelos personagens. Agora que terminei a série the driven essa vai ser uma ótima pedida.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas parece que os personagens conquistam mesmo e achei legal a autora trabalhar com os outros personagens da serie e não focar só no casal principal e também espero que lançam logo o segundo e horrível quando terminamos de ler um livro e temos que ficar esperando o próximo lançar !!

    ResponderExcluir
  10. Que capa maravilhosa essa heim, não é meu estilo mas com certeza vou indicar para minhas amigas que adoram essa tema estilo 50 tons de cinza kk

    ResponderExcluir
  11. A capa realmente é muito luxuosa. A história não chamou muito minha atenção. Creio que vou ficar de fora nesse livro.

    ResponderExcluir