Resenha:A Transformação de Raven - Série Noites em Florença

Título: A Transformação de Raven - Série Noites em Florença
Autor: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Páginas: 448


Florença, o berço do Renascimento. Um lugar culturalmente fervilhante, perfeito para quem quer esconder segredos ou está em busca de uma segunda chance. Como a doce Raven, que se muda para a cidade na tentativa de esquecer os traumas do passado e se dedicar à sua maior paixão: a restauração de pinturas renascentistas.
Um dia, voltando para casa do trabalho na Galleria degli Uffizi, sua vida muda para sempre. Ao tentar evitar o espancamento de um sem-teto, Raven é atacada. Sua morte parece iminente, mas seus agressores são impedidos e brutalmente assassinados. Assustada e prestes a perder os sentidos, ela só consegue vislumbrar uma figura sombria que sussurra: Cassita Vulneratus.
Ao despertar, Raven faz duas descobertas perturbadoras: uma semana se passou desde o ocorrido e ela se transformou por completo. Quando volta ao trabalho, mais uma surpresa: alguém conseguiu burlar o sofisticado sistema de segurança da galeria e roubar a inestimável coleção de ilustrações de Botticelli sobre A divina comédia.
Em busca da verdade, Raven cairá diretamente nos braços do Príncipe de Florença – tão belo quanto poderoso, tão sedutor quanto maligno –, que lhe apresentará um submundo de seres perigosos e vingativos, cujas leis ela precisa aprender depressa se quiser se manter viva e salvar os que a cercam.
A Transformação de Raven marca o início da série Noites em Florença, cujos personagens foram apresentados no prólogo O Príncipe das sombras.





Oie gente! A resenha de hoje é de um romance sobrenatural. A um tempinho que eu não lia nada do gênero,então resolvi me aventurar. Gosta de vampiros e gosta do autor Sylvain Reynard? Vem comigo nessa resenha. Te garanto se você ainda não leu vai terminar a resenha querendo desesperadamente ler rsrs.

"Ninguém merece misericórdia. O não merecer é que faz dela misericórdia."

A Transformação de Raven é o primeiro livro da série Noites em Florença, antes dele tem a introdução O Príncipe Sombrio, mas o livro é mais pra saber quem é quem na história ( para ver a resenha clique AQUI.). O livro é do autor Sylvain Reynard, o mesmo autor da trilogia O Inferno de Gabriel, que aliás os protagonistas aparecem também na história. Se você ainda não leu a trilogia pode ler esse livro sem problemas, já que Gabriel e Julia aparecem bem pouco. 

Comecei a leitura pensando que só ia ler só um capítulo para ver como era a história para mais tarde começar a leitura. Como leitor gosta de se iludir né? Assim que comecei não consegui mais parar e acabei devorando o livro. Tinha me esquecido como amei a trilogia O Inferno de Gabriel e como é impossível ler só algumas páginas desse autor.

Logo nos primeiros capítulos o livro te mostra para o que veio, com cenas recheadas de ação e  mistérios. Cada capítulo te empurrava para o outro e quando fui ver já era madrugada. Um começo de leitura bem eletrizante do jeito que adoro!

"Ela havia entrado na sua vida qual um cavalo de Troia e trazido consigo a misericórdia. Ele detestava misericórdia, pois ela significa fraqueza.'

O livro conta a história de Raven e do Príncipe Wiilian. Raven está andando sozinha a noite até que ver um morador de rua sendo atacado. Ela vai tentar ajudar seu amigo sem teto, só que ela é deficiente e não tem como ajudar muito, então ela vai estar em uma enrascada, Até que Willian a encontra e resgata essa pobre mocinha indefesa. Willian é um vampiro e ele fica fascinado pelo cheiro de Raven. Será que ele vai resistir a ela? Será que só ele vai também gostar desse cheiro? Humano e vampiros sempre é uma má ideia , mas nesse livro com certeza você vai torcer para esse casal.



Raven é sim aquela mocinha em apuros que tem em todos os livros de vampiros.Aí você logo pensa: nossa que clichê, mas os clichês acabam por aí. Raven foge dos padrões de mocinhas no quesito beleza. Ela é acima do peso, tem deficiência na perna, mas mesmo assim não foi menos desejada pelo Príncipe. O livro aborda bem essa questão do que é considerado beleza hoje e o que era antigamente. Beleza é muito relativo, o que para todos é feio para o Príncipe Raven é irresistível. 

" Você não imagina o prazer que sou capaz de lhe dar. Há que fosse capaz de implorar para virar seu amante, nem que fosse só por uma noite."

Willian aquele mocinho que de Príncipe não tem nada. Ele é um vampiro bastante antigo e para sua cidade ficar em paz ele é capaz de tudo, até mesmo matar. Ele não é o bonzinho da história, pelo menos ele acha que não é. Mas vendo os cuidados dele com a Raven é impossível não ver como esse vampiro centenário esta caidinho por ela. Ele diz que é incapaz de amar, mas seus atos dizem outra coisa.

Para quem já leu os outros livros do autor sabe que os livros dele são cheios de detalhes e nesse livro não seria diferente. Ele nos leva para Florença sem você sair do lugar. Me senti lá nos becos escuros, pela cidade me sentindo em perigo, só esperando Willian me salvar haha. O livro fala bastante de obras de artes como nos outros livros do autor. Nesse livro ele levanta várias teorias como elas foram feitas e fiquei aqui me perguntando: e se for verdade? Embarquei nessa história de corpo e alma.

O livro contém algumas cenas eróticas, mas nada fora da medida. Todas foram no momento certo da história para dar mais intensidade ao casal. O babado com o vampiro é quente minha gente! Muito tempo sem ler sobrenatural agora já quero ler tudo o que eu encontrar sobre o tema. Esses vampiros são intensos na hora da paixão e com certeza você vai suspirar lendo.

A capa achei linda, com certo ar de mistério que a história tem. O livro é contado em terceira pessoa e apesar de ter 428 páginas não é nem um pouco cansativo. Li o livro em apenas 3 dias e terminei desesperada pelo segundo livro que se chama A Sombra do passado, que foi lançado agora no dia 3. Já pedi o segundo livro para resenha e estou aqui ansiosa aguardando. Em breve resenha dele aqui para vocês.

"Um pássaro na gaiola nunca é tão bonito quanto um pássaro livre, Cassita. Você já foi ferida o suficiente. Não vou feri-la ainda mais."

A Transformação de Raven foi uma leitura que me surpreendeu e que me prendeu do início ao fim. Se você amou a trilogia O Inferno de Gabriel não pode deixar de conferir essa nova série do autor. Se ainda não leu nada do autor é um ótimo livro para conhecer essa escrita maravilhosa. Um romance sobrenatural que vai te deixar roendo as unhas e desesperada para saber o final desse casal. 





19 comentários:

  1. Ana!
    Fiquei suspirando pela leitura do livro.
    Amo Florença e vê-la como pano de fundo já me agradou.
    Adoro vampiros, seres totalmente sedutores.
    E ainda com o mistério do sumiço das obras, deve ser um livro espetacular.
    “A missão suprema do homem é saber o que precisa para ser homem.” (Immanuel Kant)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Esse já faz parte da minha lista!
    Super me interessei pela estoria, sou apaixonada por romances vampíricos, até comprei O Inferno de Gabriel pra poder ler primeiro...
    Pelo que li nessa resenha e na do livro anterior, Willian tem tudo para ser um dos meus "mocinhos" preferidos <3 <3

    ResponderExcluir
  3. Não li Inferno de Gabriel, mas tenho muita curiosidade de ler. E parece que o autor escreve super bem, pelo que todos falam. Depois de ler sua resenha estou ainda mais curiosa pra ler A Transformação de Raven, a premissa é interessantíssima, e já quero saber o que acontece no final.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  4. Ola, Ana! Eu adoro romances, mas sabe que minha experiencia com o autor não foi nada boa? Pois é, li O Inferno de Gabriel e odiei, acho que sou uma das poucas pessoas que acharam isso kkk mas realmente o livro não funcionou comigo.
    Eu gostei bastante da sua resenha, alias gosto fe vampiros e por a mocinha ser bem diferente da habitual, isso chama a atenção. Quem sabe essa leitura seria diferente ne ? Parece que eu iria gostar, tem tudo a ver com minhas leituras 😉
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Não sou muito atraída pelo gênero erótico, mas as questões de beleza e outros assuntos que o livro aborda me deixou bem curiosa. Você é sempre muito empolgada nas suas resenhas e é impossível não sentir o mesmo. Aliás, tenho ouvido falar bem desse livro, acha que devo me arriscar?
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Aaain Ana, já posso morrer de amores .... Tô doida pra começa essa trilogia!
    Finalizei a primeira esses dias...Apaixonada!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu li a trilogia Inferno de Gabriel mas não curti muito não, achei o livro muito devagar e com enrolação demais. Li ele com 15 anos, então talvez tenha outra visão se ler agora. Vampiros: adoro! talvez o excesso de detalhes no modo do autor escrever me estresse um pouco, mas pelo príncipe acho que aguento rsrs

    ResponderExcluir
  8. Olá, a capa é com certeza o ponto chave. Amei a resenha e mesmo morrendo de vontade de ler O Inferno de Gabriel nunca li e agora vem esse que já estou ansiosa..

    ResponderExcluir
  9. Confesso que nunca li um romance sobrenatural, mas quando a sinopse envolvi arte (A divina comédia, Botticelli ♥) e o enredo envolvido com o Renascimento, me encantei muito!

    ResponderExcluir
  10. Ainda estou em constante sensação de que livros de vampiros eu deixo passar sem ler, e quando vi o título já entendi que essa transformação se daria pela temática vampiresca, eu já pensei aqui comigO: mais um... Não sei eu não consigo gostar de jeito nenhum, mas achei a capa linda e fiquei até um pouquinho curiosa com tudo!

    ResponderExcluir
  11. Este livro já estava na minha lista com essa resenha só me deu mais vontade começar a ler logo.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Ana.
    Confesso que o livro não me desperta interesse. Tudo o que você falou na resenha é algo que já estou cansada de ler. Vampiros, cenas eróticas, mocinha feia que desperta o interessa do cara gostosão. Mas tenho certeza de que muita gente vai mar. Espero que o próximo livro chegue logo e você mate a sua curiosidade.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  13. Adoro essa temática, nunca li nenhum livro da Sylvain Reynard, e não tinha ouvido fala dessa série mas gostei muito já pra minha listinha <3

    ResponderExcluir
  14. Oi Ana,
    Já estava doida por essa nova trilogia do Sylvain Reynard mas agora a sua resenha atingiu o objetivo fiquei desesperadamente louca para ler. Me apaixonei pela trilogia O Inferno de Gabriel, gostei da escrita desse autor, que mescla a arte na trama; para uma leiga até que gostei de conhecer um pouco mais desse assunto.
    Faz tempo que não leio romance sobrenatural, então esse livro veio no momento certo. Já gostei da Raven, uma mocinha indefesa sim, mas completamente diferente a tantas outras personagens do gênero. Já estou ansiosa para embarcar nessa história cheia de detalhes, e conhecer a Florença e algumas obras de artes através da leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi Ana, por mais que eu goste de histórias que envolvem vampiros, eu não estava animada para ler esse livro até que você descreveu como a protagonista é. Fiquei curiosa para saber como a trama foi desenvolvida fugindo dos padrão usuais de beleza que são tratados nos livros e fora deles. Acho que darei uma chance a ele.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  16. Oi, Ana!
    Só conhecia a trilogia do Gabriel e não tinha me interessado muito, e infelizmente isso se repetiu aqui. Adoro livros com vampiros e com boas descrições dos ambientes em que a história se passa, mas esse lado hot me desanimou, sempre empaco com leituras que em que a história envereda para isso, então por enquanto vou deixar essa dica passar.

    ResponderExcluir
  17. Mana, uma maravilha que você gostou do livro mas tenho que dizer que não irei ler esse livro, eu não senti atração pela trilogia principal é por esta é a mesma coisa. Ainda mais pelo fato de ser uma leitura altamente descritiva e com poucos diálogos. Eu dispenso essa leitura.

    ResponderExcluir
  18. Nossa, me apaixonei de cara por esse livro, começando pela capa que é linda. A história parece ser maravilhosa e curiosa, quero muito ler esse livro.

    ResponderExcluir