Resenha: Uni-duni-tê - Série Helen Grace #1

Título: Uni-duni-tê -  Série Helen Grace #1  
Autor: M.J. Arlidge
Editora: Record 
Páginas: 335



Um assassino está à solta. Sua mente doentia criou um jogo macabro no qual duas pessoas são submetidas a uma situação extrema: viver ou morrer.
Só um deverá sobreviver. Um jovem casal acorda sem saber onde está. Amy e Sam foram dopados, capturados, presos e privados de água e comida. E não há como escapar. De repente, um celular toca com uma mensagem que diz que no chão há uma arma, carregada com uma única bala. Juntos, eles precisam decidir quem morre e quem sobrevive. Em poucos dias, outros pares de vítimas são sequestrados e confrontados com esta terrível escolha. À frente da investigação está a detetive Helen Grace, que, na tentativa de descobrir a identidade desse misterioso e cruel serial killer, é obrigada a encarar seus próprios demônios. Em uma trama violenta que traz à tona o pior da natureza humana, Grace percebe que a chave para resolver este enigma está nos sobreviventes. E ela precisa correr contra o tempo, antes que mais inocentes morram.








"Este é o preço da sua liberdade. Para viver, precisa matar."

Comecei esse livro achando que não iria me impressionar, mas foi mais que impressionante, foi totalmente fantástico. A resenha será curta para não correr o risco de SPOILERS desnecessários kkkkk.

Se você já assistiu o filme Jogos Mortais e gostou, é certeza que vai adorar esse livro assim como eu. Logo nas primeiras páginas a forma que o serial Killer conduz suas vítimas achei muito parecida, porém são histórias totalmente diferentes, a única parte que se assemelha é realmente das vítimas.

"...Adorava a ideia de artérias seccionadas, do sangue espirrando nas paredes, mas na verdade não tinha coragem para isso..."

O serial killer tem como objetivo prender duas pessoas que já se conhecem, o objetivo é somente um, UMA ÚNICA PESSOA SOBREVIVE. O assassino prende ambas as pessoas em um lugar abandonado, nesse lugar tem uma única arma com uma bala e um celular, por esse celular é que eles descobrem qual o objetivo de estarem ali. O lugar não tem nada pra comer ou beber, as pessoas simplesmente esgueiram na loucura de ficar esquecido nesse lugar, e nesse ato de loucura elas precisam decidir quem é que sobrevive. Realmente o assassino faz elas brincarem de Uni-Duni-Tê.

"...Mordeu o braço direito. Pela aparência, eu diria que deu uma três ou quatro mordidas, antes de desistir."

Helen Grace é a detetive designada do caso, uma mulher com um passado escondido e que não tem namorados e nem interesse em constituir uma família, com isso o crescimento na polícia foi algo rápido, fazendo com que todos a respeitem. Por mais intimidante que ela seja ela possui gostos peculiares, gostos esse que ela paga pra ter. A chegada desse Serial muda a vida dela da noite pro dia a deixando com o objetivo de prender ele o mais rápido possível.






Só que não está sendo tão fácil como Helen imaginava prender esse serial, além de totalmente sádico, é inteligente e perspicaz em não deixar nenhum rastro. Com esse enredo a história vai se montado, tudo tem uma ligação, nada pode passar despercebido, uma falha e tudo pode ser perdido.

"Por que a assassina agia dessa forma? Fazia suas vítimas participarem de um diabólico jogo de uni-duni-tê, certa de que, quem puxasse o gatilho, em última analise, sofreria muito mais que sua vítima."

O livro é contado em terceira pessoa e além de ter o ponto de vista de Helen também temos de outros personagens. Apesar de vários personagens o livro não é confuso, é um livro fluído que te prende do início ao fim. A autora vai desvendado aos poucos todo o quebra cabeça, onde tudo tem um explicação e nada vai ficar sem resposta.


Adorei esse livro! Em cada capítulo me via mais presa no livro e mais ansiosa em descobrir todos os segredo. Um livro que vai te levar aos extremos, e vai te fazer repensar o que você faria se estivesse preso, se mataria? Ou mataria pra sobreviver?


"Como fazemos para acordar de um sonho? Quando se está no meio de um pesadelo, como escapamos do abismo?"


Um livro onde ação e segredo é o sobrenome do livro. Uni-duni-tê vai te levar a lugares nunca antes imagináveis, vai te mostrar realidades duras e sombrias, muitas vezes até difíceis de digerir. O final do livro é outro baque tremendo, vai te deixar de boca aberta. Recomendo esse livro para todos que gostam de um livro com muita ação e mistérios.






15 comentários:

  1. Nossa, parece bem interessante! Não gosto de Jogos Mortais, mas este livro parece bem legal. Boa resenha! :)

    www.malusilva.com.br

    ResponderExcluir
  2. Apesar de não curtir muito livros de suspense, me interessei por esse. A estoria parece ser bem legal

    ResponderExcluir
  3. Nunca assisti e não gosto muito de filmes no estilo de Jogos Mortais, mas sendo uma história assim em formato de livro acredito que eu encararia com mais facilidade.
    Realmente deve ser muito sofrido pra quem acaba puxando o gatilho e matando algum conhecido. Espero que a Helen tenha conseguido acabar com tudo isso.

    ResponderExcluir
  4. De cara esse livro já me facinou amo misterios e suspense e então tem seril killer e policiais divino simplesmente divino..

    ResponderExcluir
  5. Nossa, você disse que começou achando que não ia se impressionar. Acredite, que eu já comecei sua resenha babando pelo livro. Que sinopse mais impactante e incrível ! Só imagino que todo o livro seja assim, maravilhoso. Gostaria muito de ler e entrar nessa aventura aterrorizante ! Beijos

    ResponderExcluir
  6. Adorei sua resenha!!! Gostei muito do livro, mesmo com muitos personagens foi fácil de acompanhar.

    ResponderExcluir
  7. Confesso que não gosto deste tipo de livro pois me parecesse bem assustador os assassinatos, mas gostei da frieza e inteligência da personagens Helen Grace. Com certeza pra quem gosta deste gênero, vai adorar o livro.

    ResponderExcluir
  8. Raquel!
    Se o livro lembra Jogos Mortais deve ser carregado de suspense e com grande mistério por trás de tudo.
    Só achei o título um tanto infantil, mas se o livro é bom mesmo, vale muito a pena a leitura.
    “Só a mágoa deveria ser a instrutora dos sábios; Tristeza é saber.”(George Lord Byron)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, Raquel.
    Comprei esse livro na Black Friday e não vejo a hora que chegue. Eu estou muito ansiosa para ler ele. Espero gostar igual você e todo mundo está gostando. Nem me imagino vivendo uma situação assim e não sei qual seria a minha escolha. Acho que só vivendo para saber.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Olá, Raquel.
    Comprei esse livro na Black Friday e não vejo a hora que chegue. Eu estou muito ansiosa para ler ele. Espero gostar igual você e todo mundo está gostando. Nem me imagino vivendo uma situação assim e não sei qual seria a minha escolha. Acho que só vivendo para saber.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Oi Raquel, que história mega interessante menina. Acredita que nunca tinha visto esse livro antes? Ele é bem minha cara.
    Será que dá tempo de comprar na promoção?
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  12. Adoorei, acho que já disse em resenha anteriores como tô louca pra ler um livro desse gênero e adorei o enredo nesse e sem fala que também adorei o nome kkk

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Esse livro tá uma coisa!!!
    Qrooo mto conseguir ler logo, adoro o gênero!
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi Raquel,
    Adoro um thriller psicológico, mas estou com um pouco de receio em ler esse livro. Vi que a história tem uma investigação corrida, essa falha de uma investigação mais detalhada desanima um pouco. Mas apesar disso vou querer ler sim, pois sou fascinada por tramas policias e quem sabe acabo me surpreendendo com esse livro, e confesso que agora fiquei super curiosa para saber o final dessa história.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Não sei se leria esse livro porque não sou muito fã de Jogos mortais sabe, era um filme que nunca me atraiu muito, mas eu acho feio julgar um livro sem antes dar um chance então este lindo vai entrar na lista de desejados e quem sabe eu acabe gostando desse triller.

    ResponderExcluir