Resenha: Sway

Título: Sway
Autora: Kat Spears
Editora: Globo Alt
Páginas: 256


Sway é o apelido de Jesse Alderman, por causa de seu talento para conseguir qualquer coisa para qualquer pessoa, como providenciar trabalhos escolares, fazer com que pessoas sejam expulsas da escola, arrumar cerveja para as festas, entre outras coisas, legais ou ilegais... É sabendo dessa fama que Ken Foster, o capitão do time de futebol da escola, pede a ele um trabalho controverso: Ken quer que Bridget Smalley saia com ele. Com seu humor ácido e seu jeito politicamente incorreto de ver a vida, Sway terá que encarar o trabalho mais difícil que já teve: sufocar todos os sentimentos que Bridget desperta nele, a única menina verdadeiramente boa que ele conheceu em toda a sua vida










Sway chegou aqui de surpresa pela editora Globo Alt. E que bela surpresa, não é não gente? Chegou já furando fila por causa dessa capa bafônica e da promessa de ser um livro com um mocinho não tão mocinho assim. Vou tentar descrever nessa resenha o quanto eu amei esse livro.

"Quanto mais se diz às pessoas que elas não podem ter algo, mais elas querem. É uma dessas leis do universo."

Sway é o apelido de Jesse. O mocinho não tão mocinho assim. Ele é aquele garoto que consegue tudo o que os outros querem. Ele pode arranjar drogas, cervejas, trabalhos escolares até mesmo a garota que todo cara quer. Fazendo esse tipo de trabalho ele conhece Bridget, uma menina bonita, que faz trabalho voluntário, ajuda todos e gosta de todos. A garota perfeita que vai despertar sentimentos de Jesse. Ele não quer que ninguém goste dele, mas Bridget vai chegar e vai mudar tudo isso.

Já nos primeiros capítulos me vi presa na história. Com uma verdade bem estampada na nossa cara não tem meio termo nesse livro. A verdade está ali e não vai ser maquiada com palavras bonitas, o que acho pode ser problema para alguns leitores, eu já adorei. Nada de amorzinho aqui nesse livro, é a mais pura realidade do que muitos pensam e não tem coragem de dizer. Ou que pensam, mas fingem que não. Adorei demais o humor ácido de Jesse.

Falando de Jesse ele vai ser aquele mocinho não tão mocinho assim que você nunca mais vai esquecer. Com sua língua afiada ele vai te fazer dar boas gargalhadas e em alguns momentos até achar ele meio babaca por expor a verdade. Ele é bom no que faz e sabe disso. Tem um passado triste e por isso esse personagem é tão assim "casaca dura", isso claro até parecer Bridget.

"A verdadeira riqueza é medida em segredos, segredos dou outros e os meus próprios. Segredos são poder. Toda vez que alguém me paga em dinheiro por algo também está voluntariamente pagando com o seu segredo. Eu os possuo."

Bridget aquela menina linda, perfeita que todo garoto da escola quer, e claro que não passa despercebido por Jesse. Apesar de ser isso tudo ela não aparece tanto assim no livro. O livro foca mais em Jesse, nos trabalhos dele e consequentemente Bridget aparece. Cada trabalho leva ao outro na história e ficamos ligados para saber como Jesse vai sair em cada um.




Não poderia terminar essa resenha sem antes falar dos personagens secundários. Pete o irmão de Bridget tem paralisia cerebral e vira amigo de Jesse o cara fodão da escola. Jesse fala na cara de Pete todos seus problemas e não o trata como um coitado. Os dois me renderam boas gargalhadas e vontade de chamar Jesse no canto e falar para ele pega leve com o cara. A verdade pode machucar e Jesse não mede suas palavras.

"Às vezes o que queremos e que o mundo espera de nós são duas coisas diferentes."

Eu amei essa capa da Globo Alt, bem melhor que a de fora. O livro é todo contado por Jesse e os capítulos são curtos, tornando assim uma leitura rápida. Amei demais o livro todo, mas o final queria mais emoção. Sim, teve emoção, mas foi tudo tão rápido que leria mais 50 páginas sem dúvidas. Gostaria de um segundo livro e  ler mais de Jesse e Bridget. Um casal que tem muita história pra contar ainda.

Além de querer mais do casal, queria saber o final de alguns personagens secundários. Muitos ali conquistaram meu coração e me senti vazia sem saber deles. Rezando aqui para a autora fazer um segundo livro. Nesse caso, mas que apoio. Muita coisa ficou no ar e to aqui me tremendo toda querendo mais livros da autora haha.

"No mundo real, a Bela não se apaixona pela Fera e vive feliz para sempre. No mundo real, a Fera transa com a Bela. A Fera quebra o coração da Bela. "

Indico Sway para quem gosta de uma leitura rápida e desafiadora. Ela vai te desafiar nas verdades ditas, vai te desafiar quando você se perguntar: eu penso assim também? Gostei bastante da leitura e indico a todos que gostam da verdade nada mais do que ela e de um mocinho fora do convencional.





20 comentários:

  1. Olá! Eu não conhecia o livro mas fiquei admirada pela capa e pela resenha. Sempre tem aquele garoto que descola tudo o que a gente precisa né? O legal é que a gente pode criticar muito essas pessoas pelo que elas fazem, mas a gente não é assim quando precisamos de alguma coisa? Pois é, eu sei que adoraria ler o livro. Já anotei!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  2. Como eu adoro esses livros fofinhos ! A capa é mesmo linda, e aquela frase em cima chega toca o coração .
    Já vi umas poucas resenhas, mas elas, assim como a sua, falam do ponto positivo e da delicia que é ler. Adoro esses romances que parecem impossíveis ! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana, primeiramente não achei a capa tão bonita assim, mas já em relação a história, meio que me interessei. Gosto desse papo de mocinho que não é tão mocinho assim. Acho que darei uma chance.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  4. Oi, olá!

    "Sway" me lembrou "swag" SAHUHASUHASUU, estou vendo que todo mundo está lendo esse livro e resenhando, eu não fazia ideia que fosse um young adult, e gostei da ideia de mocinho do mal HUSUHSAUAHSU Que bom que curtiu o livro, n sei se faz muito meu estilo, mas tanta gente está falando bem, haha

    /Beijocas da Saroca - interesses-sutis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Gente do céu que capa divosa é essa ? Adorei a resenha primeira, resenha que vejo desse livro, não conhecia essa autora mas pela resenha me conquistou *-*

    ResponderExcluir
  6. Ana!
    Bom ver que ainda tem escritora que gostam de mostrar a verdade nua e crua e que elas estão bem ali na nossa frente, basta que as enfrentemos.
    Deve ser um ótimo livro.
    “Saber quando se deve esperar é o grande segredo do sucesso.” (Xavier Maistre)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Que capa linda! Cada vez mais encantada com os livros da Globo Alt <3

    Confesso que dei uma lida por cima na resenha, pois esse livro ja me ganhou na sinopse e pretendo lê-lo o mais breve possivel, sendo assim prefiro tirar minhas proprias conclusões da leitura e depois volto a ler a resenha com mais atenção...
    Mais uma coisa é certa: com certeza irei adorar Jesse Alderman!!

    ResponderExcluir
  8. Não gostei muito da capa não, porém, achei muito legal esse casal por terem um humor ácido e serem sinceros. Pareci bem divertido e envolvente a trama! ♥
    É a primeira resenha que leio sobre o livro e gostei bastante =)

    ResponderExcluir
  9. Nossa, essa capa realmente é bem bafônica, bem diferente e que faz com que a gente espere bastante da história. Eu gosto muito de histórias desafiadoras, que me faz imaginar o destino de cada personagem. Pelo jeito você teve uma mega surpresa com esse livro, hein?
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu estava procurando um opinião sobre esse livro e adorei sua resenha! Também gostei da capa dele, tô louca pra ler *---*
    Beijos <3
    Persuasão Literária

    ResponderExcluir
  11. Olá, Ana.
    Nossos gosto para capas são bem diferentes. Eu não gostei dessa hehe. O livro me pareceu ser bem interessante. Principalmente pelo protagonista. Pelo o que você descreveu ele, lembrei logo do Jace de Os Instrumentos Mortais e só por isso vou querer ler o livro hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ana!
    Vou ser do contra e dizer que não gostei muito da capa não, e achei a história bem clichê :/
    Concordo com a Sil aqui de cima, ele lembra um pouco o Jace, por não ser um mocinho tão mocinho, mas não foi o suficiente pra me conquistar.

    ResponderExcluir
  13. Eu adoro esse tema tbm, meio dramático, suicídio, conflitos na adolescência. Confesso que os livros que me fazem chorar são os livros que eu carrego no coração a vida toda, se esse vai ser um deles, eu não sei, mas estou morrendo de vontade de ler, estou vendo muitas pessoas falando bem.
    Achei legal ter um livro YA narrado somente pelo protagonista masculino, já que o romance não é tão afundado, não vejo necessidade de ficar sabendo muito da história pela visão de Bridget

    ResponderExcluir
  14. Amei a capa, amo romance melosinhos, casais apaixonados, mas as vezes um pouco de diferença me atrai, pois lembra mais a realidade!!!!

    ResponderExcluir
  15. Oi Ana,
    Que bela surpresa mesmo, chegar um livro que você nem esperava e acabar se surpreendendo com a história, quem não gosta? Haha
    Já me identifiquei com o Jesse, adoro esses personagens com a língua afiada e com um humor ácido assim, gera muitas gargalhadas durante a leitura, e geralmente acabam me conquistando, por trás desse humor há sempre uma história de vida triste. Gostei de saber que os personagens secundários são bem desenvolvidos também; vou colocar Sway na lista para próximas leituras. Obrigada pela dica ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. A capa é perfeita bem diferente ficou bem curiosa pela historia um pouco diferente e a lingua afiada de Sway amei já ele. k

    ResponderExcluir
  17. Resenha linda Ana parabéns!
    Conheci esses dias na livraria, mas como não havia lido nd ainda sobre a obra resolvi deixar pra outra vez...
    Adorei o enredo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Eu tô namorando esse livro desde que foi lançado até porque não tem como não se apaixonar por essa capa que é maravilhosa. Olha vou te dizer que não sabia que o li ro quase não aparece menina, imaginei que era tipo os romamcea que tinha destaque para os dois personagens, mas ok ainda tenho interesse de ler.

    ResponderExcluir
  19. Que rapaz difìcil e até encrequeiro Kkkk mas quero ler esse livro e saber como vai terminar essa história.

    ResponderExcluir