Resenha: O Que Dizem Seus Olhos - Florencia Bonelli

Título: O Que Dizem Seus Olhos
Autora: Florencia Bonelli
Editora: Essência
Páginas: 368 
Compre: Aqui 


Uma das autoras de romance mais populares da Argentina é publicada pela primeira vez no Brasil. Córdoba, Argentina, 1961. Apesar de sua origem humilde, Francesca De Gecco conseguiu ter uma sólida educação. Sua carreira começou no jornal dirigido por seu rico padrinho e mentor, mas seus planos de se tornar uma jornalista de sucesso foram interrompidos pela história de um amor impossível.
Após sofrer uma terrível desilusão que só o tempo e a distância poderiam curar, seu tio consegue um emprego para a jovem em uma embaixada distante, e Francesca se muda para Genebra. No entanto, essa cidade será apenas a primeira parada de uma viagem muito mais longa. Ao redor do mundo, nos palácios mais deslumbrantes dos desertos do Oriente Médio, Francesca terá uma segunda chance de ser feliz.






Olá, leitores!
Preparados para ler a resenha de uma das melhores leituras de 2018? Isso aí minha gente, se preparem que o livro é babado. Se gosta de romances, cultura árabe e de um livro cheio de reviravoltas esse livro é pra você. Vem comigo nessa resenha que te conto tudinho que achei de O Que Dizem Seus Olhos.

"Tenho que ver essa viagem como uma oportunidade dada pelo destino, e não como um revés."

O Que Dizem Seus Olhos é um livro da autora Florencia Bonelli, lançamento da editora Essência. O livro é único, então pode ler sem medo de ter que esperar um próximo livro. É o meu primeiro contato com a autora e nesse primeiro contato já se tornou uma das minhas autoras favoritas.



A história começa com Francesca na Argentina e o leitor conhecendo mais sobre a mocinha e os personagens secundários que a cercam. A primeiro momento fiquei perdida com tantos personagens secundários, mas nenhum personagem é esquecido ou não tem uma história. São triângulos amorosos, segredos e intrigas que vão se interligando que você vai se pegar qiuerendo saber mais desses personagens. Um dos motivos de adorar a escrita da autora foi por causa disso, nenhum personagem ali é posto por acaso.

"Podemos ter tudo que desejamos, se desejarmos de coração, sem sombra de dúvidas e sem preconceitos." 

Depois de se acostumar com os personagens secundários somos apresentados uma história cheia de reviravoltas, como eu disse no instagram: FOI EITA ATRÁS DE EITA! Era cada babado, cada segredo desvendando que a cada página virada eu ficava de queixo caído. Todos ali tem segredos e que já nas primeiras páginas a autora vai desvendando e deixando o leitor ansioso para o que a próxima página tem a revelar.

Esse livro eu digo que foi dividido em duas partes: antes de Kamal e depois de Kamal. Esse árabe se tornou meu crush literário minha gente. Adorei por ele ser um mocinho que está no imaginário de muitas malucas por romances por ser príncipe, mas que nem por isso não foi menos real. Kamal leva seu povo e sua religião a sério, por causa disso ele vai sofrer bastante.



Francesca apesar dos seus 21 anos achei uma mocinha que é gente como a gente. Apesar das dúvidas ela sabe quando ceder, quando questionar e quando entender. Francesca apesar de todo sofrimento, e que foi muito, não deixou de seguir em frente. Francesca é a famosa mocinha que tem dedo podre e desgraça pouca é bobagem rsrs.

"Kamal Al-Saud era como um ladrão astuto, que entrava e saía da sua vida, transformando-a, deixando-a com o coração palpitante de uma mulher apaixonada." 

O livro se passa numa época em que as mulheres estavam começando a conquistar seu espaço, mas que também tinha muitos preconceitos com as mulheres. Como morar sozinha, casar virgem, trabalhar, entre outras coisas. A autora aborda essas questões na história com maestria e você leitora vai ficar fascinada a cada linha

Além de abordar como as mulheres viviam na década de 60 a autora também abordar costumes árabes. Adorei essa parte na história, me fazia sentir lá na história. Por isso amo ler, só os livros para nos fazer viajar sem sair do lugar.



A capa foi o que me fez se jogar na leitura sem saber sobre nada na história e dos livros da autora. Ainda bem que pedi o livro para resenha, se tornou uma das minhas melhores leituras de 2018. O livro é escrito em terceira pessoa, como tem bastante personagens secundários adorei saber o que cada um pensa. O livro tem algumas cenas mais quentes, mas nada muito extenso de várias páginas. A autora dá a entender o que ta acontecendo e quando precisa de detalhes ela não se aprofunda tanto, o que adorei. Ao final você vai ficar torcendo por esse casal e com medo que de tudo errado.

"Já lhe disse que você é a unica coisa que importa em minha vida. Quando não estamos juntos, penso tanto em você que creio que você poderia sentir. Quando você não está comigo, morro de ciúmes de quem esteja com você, de quem a veja sorrir, de quem sinta seu perfume, de quem se atreva a desejar sua beleza, que é toda minha."

O Que Dizem Seus Olhos é aquele livro que você vai se apaixonar pela capa, pela história, pela autora, por todo livro. Não teve jeito, se tornou um dos meus favoritos pela forma como a autora enredou todos os personagens e contou sobre a Arábia sem ser cansativo e enfadonho. A cada página queria mais e mais da história. Leia se você gosta de ler sobre costumes árabes e se gosta de príncipes lindos que vão fazer de tudo para sua amada. Cinco estrelas e não poderia ser menos para esse livro que foi perfeito do começo ao fim.




8 comentários:

  1. Oi, Ana Carolina,

    A leitura me parece ser fluída, mostrando que a autora não poupou esforços em construir e explorar essa diferença de posição entre o casal, construindo também um romance lindo e encantador.

    Além de não deixar de lado a oportunidade de explorar uma cultura tão densa, e aspectos daquela época. O que é importante, pois torna a história mais rica.

    Enfim, antes, o livro não tinha chamado muito a minha atenção, a começar pela capa, que eu não curti muito. Mas, agora, tendo a oportunidade de conhecer um pouquinho sobre ele, despertou a minha vontade de lê-lo.

    ResponderExcluir
  2. Só tenho lido comentários positivos sobre esse livro. Vou ler o mais rápido possível. Gosto quando tem muitos personagens secundários se eles não ficarem só enchendo linguiça, quando está na história pra acrescentar é ótimo. Não estou lembrada se já tive um crush árabe kkkkk
    Sua resenha me deixou ainda mais curiosa e animada pra conhecer essa história.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana,
    Adoro a forma que aponta as qualidades do livro!!!
    Confesso que o que mais me chama atenção, além do romance é claro, é falar sobre a cultura árabe, acho fascinante e tenho pouco conhecimento sobre ela, mais legal é a autora contar um pouco da luta feminina para conquistar seu espaço né?
    Bem, não dá nem para discordar Kamal é "O" crush, rs, quem não gosta de um príncipe? E árabe ainda?!!!
    Eu também amei essa capa, e antes mesmo de qualquer resenha coloquei nos desejados, claro que agora tenho certeza de que quero ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Que capa linda. Apesar de eu não conhecer muito, a cultura árabe parece fascinante. Aliás, eu amo livros que se passam em datas passadas e passam amolgum conhecimento de alguma cultura. Acabei de ler um livro sobre gueixas e a cultura japonesa na década de 60 e eu fiquei completamente apaixonada. Se você não leu ou quer ver o filme o nome é Memórias de Uma Gueixa, eu amo.
    Sobre o livro, eu amo um crush diferente hahaha e escrita parece ótima, mas eu tenho problemas com vários personagens secundários, mas como eles estão todos ligados eu tenho certeza que ia amar

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana,
    Se eu fosse julgar só pela capa já iria querer um exemplar imediatamente, pois achei o trabalho gráfico realizado pela editora muito bonito. Muitos elementos nesse livro seriam novidades para mim, pois nunca li nada de um autor argentino ou um livro que se passasse no referido país e tenho poucas referências sobre tramas com fundo árabe. A autora, pelo que percebi, não quis escrever só uma história de amor, pois seu livro trás temas muito importantes em uma época onde havia muitas proibições e pouca liberdade para as mulheres. Francesca me parece ser uma personagem forte, principalmente se formos considerar a trama. Gosto quando a história tem bastante personagens (nada muito exagerado), pois eles conferem mais normalidade para a narrativa, afinal de contas todo mundo vive cercado por várias pessoas. Gostei muito dessa indicação e quando eu estiver interessada em um romance que tenha mais a me oferecer do que juras de amor será O Que Dizem Seus Olhos que irei procurar.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Vejo que muitos livros estão sendo ambientando em vários lugares, adorei..Esse tem uma ótima premissa e uma historia bem envolvente. A personagem me parece ter uma personalidade forte e com muita força...Espero poder ler em breve!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  7. Ana!
    O título me lembrou uma música...pena que o enredo não traz tanta melodia, não é verdade?
    Como amo os detalhes e as minúcias bem descritas em um livro, talvez fosse uma leitura para mim, só não sei se nesse momento.
    O livro parece trazer o drama da protagonista em evidênvia e o romance nem tanto apropriado, instigam.
    Sinto que tinha uma expectativa tão alta em relação a autora e ela não tenha sido atingida.
    Que a semana seja abençoada!
    “O prazer dos grandes homens consiste em poder tornar os outros felizes..” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Já havia visto o livro pela capa e me chamou bastante a atenção, porém só agora parei para ver sobre o que se trata e estou encantada! Já quero saber sobre o romance dela com Kamal.
    Adoro quando a autora nos apresenta com riqueza um pouco da cultura arábe!

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir